sexta-feira, 14 de março de 2014

Coisas que odeio em livros de educação financeira...


Existem algumas coisas que odeio na literatura sobre finanças pessoais. Espero não incorrer nestes erros:
 - Propaganda de instituições ou produtos financeiros dentro dos textos. Tira a imparcialidade e a credibilidade;

- Apresentar formas de burlar qualquer tributo. A divulgação de formas de lavagem de dinheiro e ocultação de patrimônio para o não pagamento de impostos é imoral e nociva;

- Vender ou apontar meios de enriquecer. Muitos dos autores que vendem estas fórmulas penam para pagar as contas no fim do mês. São métodos que não funcionam;

- Fazer propaganda de consultoria em finanças pessoais. Quando um texto se resume a propaganda de serviços, perde potencial de contribuir para as pessoas.

O que você acha?

Nenhum comentário:

Postar um comentário